segunda-feira, 25 de abril de 2011

Semana Mundial de Aleitamento Materno

A Semana Mundial da Aleitamento Materno (SMAM) acontece sempre entre os dias 1 e 7 de agosto e é uma iniciativa da Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno (WABA), concebida em 1992 com o objetivo de promover, proteger e apoiar o aleitamento materno.
Neste ano, com o tema "Amamentação à luz da primeira hora", os eventos da Semana falam da importância da amamentação dentro da primeira hora após o nascimento. Esse ato pode reduzir as excessivas taxas de mortalidade neonatal e torna-se o primeiro passo e o mais vital para a redução da mortalidade de crianças menores de cinco anos.
O papel dos profissionais de saúde é incentivar o estabelecimento da amamentação dentro da primeira hora como um indicador de progresso na saúde para todas as comunidades, tanto local quanto mundial. 
Dados mundiais apontam que entre as 10.9 milhões de mortes de menores de cinco anos de idade, 4 milhões ocorrem durante o primeiro mês de vida. Isto implica que o número de mortes precisa cair drasticamente no primeiro mês para provocar um impacto significativo sobre as taxas de mortalidade de crianças.
Um minucioso estudo recente apontou que se todas as mulheres iniciassem a amamentação na primeira hora de vida do bebê, um milhão (ou seja um quarto) de mortes de recém-nascidos poderiam ser evitadas. O mesmo estudo mostrou que 41% dos bebês que morrem durante os 2 a 28 dias após o nascimento podem ser salvos por esta intervenção simples: iniciar a amamentação na primeira hora de vida.**
A dra. Vanessa explicou que durante a Semana Mundial do Aleitamento Materno a equipe do Projeto Semente desenvolvido pelo CAC - Centro de Atenção á Criança irá trabalhar em parceria com a Santa Casa. "Durante essa semana falaremos sobre os benefícios da amamentação na primeira hora tanto com os profissionais do hospital quanto com as mães na maternidade", explicou a médica.
A parceria com a Santa Casa foi formalizada na última semana após uma reunião da equipe do Projeto Semente com a diretoria do hospital, juntamente com a equipe de pediatria e obstetrícia. Além disso, todas as Unidades Básicas de Saúde e Postos de Saúde da Família da cidade disponibilizarão material informativo sobre amamentação.
Como é possível iniciar a amamentação dentro da primeira hora pós-parto?
Os resultados dependem de quanto apoio as mulheres recebem do setor saúde e de suas famílias. As mulheres precisam de um apoio essencial para ajudá-las a iniciar a amamentação logo após o parto.
As mulheres precisam ser protegidas por uma política hospitalar que mantenha mãe e bebê juntos todo o tempo após o parto e que impeça o uso de leites e bicos artificiais.
Em Itatiba as atividades da Semana Mundial de Aleitamento Materno serão realizadas através da Secretaria Municipal de Saúde e envolverão a Santa Casa de Itatiba, as Unidades de Saúde e a comunidade; com o objetivo de informar sobre as qualidades do leite materno e sua importância para a saúde da mãe e do bebê.
O que é o Projeto Semente?
O Projeto Semente é um Programa da Secretaria de Saúde da Prefeitura do Município de Itatiba, desenvolvido pelo Centro de Atenção à Criança - CAC, localizado na Rua Benjamin Constant, 635 que tem como objetivo principal melhorar a qualidade de vida das mães e das crianças nascidas no município, combatendo a desnutrição infantil e prevenindo as doenças mais freqüentes no primeiro ano de vida.
O Projeto Semente atende mães e bebês de zero a doze meses de idade, incentivando o aleitamento materno exclusivo até os seis meses, oferecendo orientações e acompanhamento quanto ao desenvolvimento neuro-psico-motor das crianças e prevenindo doenças. Esse atendimento é feito por uma equipe multiprofissional, que inclui pediatra, fonoaudióloga, fisioterapeuta, nutricionista, enfermeira, odontóloga, psicóloga e assistente social.
O programa permite identificar precocemente crianças que apresentam algum tipo de risco, como bebês que nascem com baixo peso, prematuros, com doenças maternas ou de mães muito jovens. Para essa definição de risco também são considerados fatores sociais. Essas mães e crianças passam a contar com um acompanhamento especializado, buscando diagnosticar precocemente problemas de saúde e tratá-los da melhor maneira possível.
O Projeto Semente foi implantado há mais de seis anos e passou por uma reestruturação em 2005, com a implantação do Centro de Atenção à Criança, que proporcionou um atendimento mais dinâmico e abrangente. Isso está contribuindo para a melhora na qualidade do atendimento às crianças itatibenses, com reflexos positivos nos indicadores quantitativos como, por exemplo, a Taxa de Mortalidade Infantil. Em Itatiba essa taxa que era de 13,93 em 2004, foi reduzida para apenas 5,75 em 2005 (Dados da SMS). O Índice de Mortalidade Infantil é estabelecido pelo número de óbitos ocorridos antes de um ano em cada mil crianças nascidas.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Aleitamento Materno

O governo brasileiro irá implantar em Moçambique uma experiência desenvolvida no Brasil que é referência mundial para ajudar na redução da mortalidade infantil: o projeto de bancos de leite humano, com o objetivo de promover o aleitamento materno nos casos em que a própria mãe não possa alimentar o recém-nascido. Pelo acordo a ser firmado, o governo brasileiro investirá cerca de R$ 900 mil (US$ 519 mil) em dois anos de projeto, que prevê a instalação do banco de leite, aquisição de equipamentos, transferência de tecnologia e capacitação de profissionais.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

PSFRs de Rondonópolis comemoram Semana do Aleitamento Materno

Profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Ações Programáticas, realizam entre os dias 1º e 7 de agosto, a Semana Mundial do Aleitamento Materno. A equipe das unidades do Programa de Saúde da Família – PSF desenvolvem ao longo dos dias palestras com o objetivo de orientar as mães e incentivar a amamentação. O encerramento das comemorações acontece no domingo, dia 8 de agosto, às 15horas, no Caiçara Tênis Clube. No local vai ser servido um chá com sorteio de brindes entre as participantes. Mais informações pelo telefone 3411-5013 ou 3411-5019.

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

SUTIÃ DE AMAMENTAÇÃO

A medida que a gravidez vai passando ficamos assustadas com a infinidade de produtos indicados para antes e depois do parto. Temos que ter o bom senso e analisar o que é realmente necessário para o nosso caso, o obstetra é a pessoa mais indicada para nos ajudar neste dilema. Um produto recomendado por todos os obstetras é o sutiã de amamentação.

O sutiã para amamentação é indispensável para depois do parto, pois além de promover boa sustentação aos seios, permite que amamentemos com conforto, praticidade e discrição.

O soutien de amamentar difere quanto ao tipo de abertura frontal que pode ter:

Abertura Parcial (Sutiã com janelinha tipo triângulo): Proporciona ótima sustentação, a abertura para amamentar é prática e mais discreta. A desvantagem é que a estrutura fixa do sutiã que envolve todo o seio pode comprimir as glandulas e causar ingurgitamento (mamas endurecidas pelo acúmulo de leite). (Veja Modelo)

Abertura Total: Proporciona boa sustentação, a abertura para amamentar é prática, proporciona maior contato com o bebê. A desvantagem é que ao amamentar a mama fica mais exposta. Este modelo é o mais recomendado nos cursos de amamentação. (Veja Modelo)

Uma dúvida unânime entre as grávidas é que tamanho comprar, pois além dos seios maiores após o parto, também usaremos concha de amamentação ou o absorvente para o seios para amparar o leite que vaza. Portanto, o ideal é que o número do sutiã seja 2 números maior que o sutiã usual. Caso a mamãe não tenha engordado muito, 1 número maior é o suficiente. Não podemos exagerar na numeração do sutiã, pois se ficar frouxo nas alças e no tórax não dará sustentação necessária aos seios.

A tarefa de comprar um sutiã que se encaixará perfeito é difícil, portanto, o ideal é que compre inicialmente apenas duas peças e após o parto, peça para alguém comprar outras peças já sabendo do número necessário.

Os soutiens de bojo de enchimento não são recomendados, pois aquecem a mama favorecendo a transpiração. Já estaremos com a mama grande, usando a concha de amamentação ou o absorvente para seios, o bojo será totalmente dispensável. Os sutiãs de amamentação deverá ter menos costurar possível, ou costurar finas que não marquem a pele, proporcionando mais conforto.

Na listinha da maternidade são geralmente solicitados dois sutiãs de amamentação. Mas como a sua utilização será continua, o ideal é que tenhamos de três a cinco sutiãs confortáveis, que forneçam boa sustentação e não comprimem os seios.

Além de soutien cor da pele, opte também por sutiãs de amamentação branco e preto para combinar com a roupa que estará usando. O uso do sutiã de amamentação não será desculpas para você perder o bom gosto.

Marcas com linhas especiais de sutiã de amamentação:
Liz, Morisco, Dilady, MyLady, Demillus, Maternity